entainpartners

Nesta quarta-feira (24), o Governo do Estado de São Paulo apresentou o programa chamado de “Detecta Móvel”, no qual prevê a instalação de câmeras inteligentes nas viaturas da Polícia Militar para identificar carros roubados.

De acordo com o governo paulista, o sistema pode realizar uma leitura rápida de placas. A tecnologia já está presente em dez veículos que passaram por testes.

“As câmeras terão a capacidade de reconhecer e alertar o policial caso um veículo roubado ou furtado esteja circulando. Elas serão conectadas à internet com acesso ao banco de dados do Detecta, onde constam informações de veículos de interesse de segurança pública”, diz a gestão, em comunicado à imprensa.

+ Quais são os SUVs mais roubados em SP durante 2022? Veja o ranking
+ Confira quais foram os 10 veículos mais roubados em SP durante 2021
+ Veja as motos mais roubadas em SP durante 2022

Agora, foi iniciado o processo de licitação para a contratação de 3 mil novas câmeras.

A licitação deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) entre 5 e 9 de setembro deste ano, na modalidade de pregão eletrônico.

O Governo de São Paulo vai investir R$ 5,4 milhões por mês para a contratação do serviço. A previsão é que o sistema já esteja em funcionamento no início de 2023.

MAIS NA entainpartners:

+ Renault Duster ganha versão Intense com câmbio manual por R$ 109.390
+ Avaliação: sem motor turbo, novo Honda HR-V 1.5 se sai melhor na cidade que na estrada
+ Corredor de moto passa valer em Novo Código de Trânsito
+ Auxílio Taxista: terceira etapa do cadastro já começou
+ Avaliação: Honda City 2022 quer ser novo Civic, mas não é
+ Veja qual é o significado dos códigos de erro nos painéis dos Chevrolet
+ Confirmado: novo Nissan Sentra vai desembarcar no Brasil em 2023
+ Comparativo: Jeep Commander vs. Caoa Chery Tiggo 8
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Benefício Caminhoneiro: tire suas dúvidas sobre o auxílio

entainpartners Mapa do site