entainpartners

O atual Chevrolet Tracker chegou há dois anos em meio à pandemia oferecendo um bom pacote de série junto do design reformulado. Não à toa caiu nas graças dos consumidores, e, neste ano, soma 62.524 unidades licenciadas, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) – à frente do Volkswagen T-Cross (59.161), do Hyundai Creta (56.080) e do Jeep Renegade (45.981), por exemplo.

A terceira geração do utilitário esportivo compacto está à venda nas versões AT 1.0 (iniciais R$ 119.090), LT 1.0 (R$ 124.590), LTZ 1.0 (R$ 135.290) e Premier 1.0 (R$ 144.990), sendo duas opções de propulsores tricilíndricos turbinados ao passo que o câmbio é sempre automático de seis marchas – a transmissão manual deixou de ser comercializada.

A versão Premier 1.2 (preços entre R$ 154.090 e R$ 158.190) se diferencia pelo teto solar panorâmico e a motorização mais potente. Entre os itens, ela traz ar-condicionado digital, assistente de aclive, carregador de smartphone por indução, controles eletrônicos de tração/estabilidade, entrada/partida sem chave, isofix para fixação de bancos infantis, multimídia MyLink de 8” com Android Auto/Apple CarPlay sem fio e sistema de estacionamento automático.

PreviousNext

Feito sobre a plataforma GEM (Global Emerging Markets), compartilhada com o Onix/Onix Plus, o Chevrolet Tracker mede 4,270 m de comprimento, 1,791 m de largura, 1,626 m de altura e o entre-eixos de 2,570 m transmite espaço para as pernas/joelhos de quem viaja atrás. É a mesma medida do Jeep Renegade, mas inferior ao do Volkswagen T-Cross (2,651 m) e do Hyundai Creta (2,651 m).

PreviousNext

+ Saiba mais detalhes da Nova Chevrolet Montana
+ Chevrolet Spin ganha duas versões manuais na linha 2023
+ Concorrência de respeito: Chevrolet faz post de despedida para o Gol
+ Avaliação: Chevrolet Equinox tem muito espaço e bom custo-benefício para desafiar Jeep Compass
+ Novo Aveo: confira o visual do hatch da Chevrolet

A ergonomia é evidenciada pela boa posição de dirigir, assim como os bancos revestidos em couro na tonalidade azul, os comandos bem localizados à mão e a coluna de direção ajustável em altura/profundidade. Mesmo assim, o acabamento poderia apresentar melhores materiais por conta do abundante emprego de plásticos e o ar-condicionado é de apenas uma zona. Em contrapartida, estão presentes tanto o serviço de concierge OnStar quanto o Wi-Fi embarcado.

Foto: Roberto Assunção

No mercado chinês, o Chevrolet Tracker oferta uma versão esportivada RS ao passo que o interior exibe o quadro de instrumentos totalmente digital e o multimídia, ambos de 10,25”. Também são diferentes o console central, com o freio de estacionamento eletrônico, a função Auto Hold (mantém o carro parado sem a necessidade de pressionar o pedal de freio) e a alavanca seletora de marchas diferente.

Já o porta-malas do Chevrolet Tracker brasileiro entrega 357 litros mais 36 extras sob o assoalho, que totalizam 393 litros. Ou seja, superior ao do Jeep Renegade (385), do Volkswagen T-Cross (373) e do Honda HR-V (354) – a capacidade volumétrica do Hyundai Creta é de bons 422 litros.

Foto: Roberto Assunção
Condução

No passado, o Chevrolet Tracker ofereceu os propulsores naturalmente aspirados 1.8 16V Ecotec de 144 cv e 185,35 Nm (18,9 kgfm) e, posteriormente, o 1.4 16V turbo com até 153 cv e 240,26 Nm (24,5 kgfm) bebericando etanol.

Nesta terceira geração, o SUV adotou a unidade de três cilindros 1.2 turbinado casada ao câmbio automático de seis marchas para render 133 cv de potência e 209,86 Nm (21,4 kgfm) de torque, quando abastecido com o combustível vegetal. Contudo, a gama do Chevrolet Tracker ainda oferta a opção do motor 1.0 sobrealimentado (leia nossa avaliação). 

Embora não esbanje os até 185 cv do Jeep Renegade T270, o Chevrolet Tracker Premier 1.2 transmite um fôlego condizente à proposta, seja nas acelerações quanto nas retomadas. A mecânica trabalha em harmonia com a caixa automática, a qual muda brevemente as marchas evidenciando a condução, assim como o consumo. Aliás, durante nossa avaliação rodoviária o computador de bordo indicou médias superiores aos 18 km/l (gasolina).

Indo a 120 km/h o ponteiro do conta-giros repousa nas 2.000 rpm e o isolamento acústico da cabine deixa do lado de fora os barulhos indesejados. Apenas os pneus Goodyear EfficientGrip SUV de medidas 215/55 R17, dependendo do tipo de piso, produzem ruídos.

Chevrolet Tracker Premier 1.2
As rodas de 17″ são presas por cinco parafusos e os pneus possuem medidas 215/55. Os discos de freios são ventilados no eixo dianteiro (Foto: Roberto Assunção)

Uma pena o Chevrolet Tracker não ter as borboletas atrás do volante para as trocas sequenciais e elas são realizadas apenas com a alavanca seletora de marchas na posição “L” e por um  nada prático botão na lateral.

O botão para as trocas sequenciais fica na lateral esquerda da alavanca seletora de marchas (Foto: Roberto Assunção)

As suspensões mostram uma calibração macia, assim como filtram/absorvem muito bem as irregularidades do asfalto evidenciando o conforto. Também merecem elogios a direção assistida eletricamente rápida ao esterço e com o peso correto ao trafegar mais apressadamente, enquanto os freios a discos no eixo frontal e os tambores atrás garantem boas frenagens. 

Segurança em primeiro lugar

O Chevrolet Tracker ganhou a certificação máxima nos testes de colisão do Latin NCap (confira a reportagem completa aqui) e a lista de itens contempla os alertas de colisão frontal/de pontos cegos, a frenagem automática de emergência, os controles eletrônicos de tração/ estabilidade, o sistema de estacionamento automático, os seis airbags (frontais, laterais e de cortina), o monitoramento da pressão dos pneus e os sensores crepuscular/chuva.

Com um visual atual, o Chevrolet Tracker Premier 1.2  segue um bom custo-benefício para quem deseja um utilitário esportivo compacto para chamar de seu!  


CHEVROLET TRACKER PREMIER 1.2
Preço básico: R$ R$ 154.090
Carro avaliado: R$ 158.190
Emissão de CO2: 117g/km
Com etanol: não é flex
Nota do Inmetro: C

Chevrolet Tracker Premier 1.2
Motor:três cilindros em linha 1.2, 12V,  duplo comando variável, turbo
Cilindrada:1200 cm³
Combustível:flex 
Potência:132 cv (g) e 133 cv a 5.500 rpm (e)
Torque:190,25 Nm (g) e 209,86 Nm a 2.000 rpm (e)
Câmbio:automático, seis marchas
Direção:elétrica
Suspensão:MacPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios:Disco ventilado (d) e tambor (t)
Tração:Dianteira
Dimensões:4,270 m (c), 1,791 m (l), 1,626 m (a)
Entre-eixos:2,570 m
Pneus:215/55 R17
Porta-malas:357 litros (+36 litros sob o assoalho)
Tanque:44 litros  
Peso:1.271 kg 
0-100 km/h: 9s4(e)
Velocidade máxima: 185 km/h
Consumo cidade: 10,4 km/l (g) e 7,2 km/l (e)
Consumo estrada: 13,2 km/l (g) e 9,2 km/l (e)
Emissão de CO2: 117 g/km
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: C (Utilitário Esportivo Compacto)

 

MAIS NA entainpartners:

+ Pioneer lança três subwoofers, de 8, 10 e 12 polegadas; conheça
+ Saiba mais detalhes da Nova Chevrolet Montana
+ Avaliação: Fiat Strada Volcano AT oferece comodidade e versatilidade
+ IPVA 2023: calculadora mostra quanto você vai pagar no imposto; acesse
+ Lei da cadeirinha: veja as novas regras para o transporte de crianças
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Honda X-ADV 2023: com nova cor, scooter fica quase R$ 10 mil mais cara
+ Onix Plus é o sedã 0km mais vendido em 2022; confira o ranking
+ Quais são os SUVs 0km mais vendidos em 2022? Veja o ranking
+ Dona da Fiat e Jeep alcança 23,6% do mercado sul-americano em 2022
+ Preços de carros usados vão cair a curto prazo; entenda os motivos
+ Veja qual é o significado dos códigos de erro nos painéis dos Chevrolet
+ Quais são os SUVs 0km mais vendidos em 2022? Veja o ranking
+ Quatro novos SUVs: motivos para comprar (e para não comprar)
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Comparativo: Jeep Commander vs. Caoa Chery Tiggo 8
+ Jeep faz recall de Renegade, Compass e Commander; veja os detalhes
+ MPF entra com ação contra a Jeep por 22 problemas no Compass
+ Avaliação: O que joga a favor e contra no Volkswagen Nivus

 

entainpartners Mapa do site