entainpartners

O Ford Bronco é parte da paisagem norte-americana desde 1965 e, ao longo das décadas, apareceu em inúmeros filmes, seriados ou desenhos. Entre eles, Chips, Exterminador do Futuro 2, Magnum P.I, Miami Vice, Os Simpsons, assim como esteve sob os holofotes durante a perseguição envolvendo Al Cowlings e OJ Simpson, em setembro de 1994, nos Estados Unidos.

Com dois anos de Brasil, agora o Ford Bronco Sport trouxe alterações na palheta de cores, em equipamentos e ainda passou a transmitir o mesmo fôlego da picape Maverick Lariat FX4. À venda unicamente na versão Wildtrak de R$ 272.790, entre as novidades, o SUV debutou o rebatimento elétrico dos retrovisores e quatro tonalidades: azul Indianápolis, cinza Dover, vermelho Aurora e marrom Batu. Ao todo, são 11 cores sem custos adicionais.

Se os olhos não veem, mas o coração sente, o Ford Bronco Sport ficou mais rápido no gatilho. Ele já era um canhão e ficou mais esperto após as melhorias. Segundo a marca, vieram uma nova calibração no propulsor 2.0 EcoBoost com turbo e injeção direta, assim como mudanças no comando de válvulas e no módulo eletrônico da bomba de combustível.

Tudo isso, rendeu 13 cv extras e a potência saltou de 240 cv para 253 cv, enquanto o torque cresceu para 380 Nm (38,7 kgfm) – antes, de 38 kgfm. Um poderio orquestrado pelo competente câmbio automático de oito marchas e o sistema de tração sob demanda, que prioriza o envio da força ao eixo dianteiro.

PreviousNext

+ Ford revela protótipo elétrico do Mustang, que descarrega 1.800 cv
+ Ford mostra Ranger e Transit modificadas; veja como ficaram
+ Teste Rápido: o que achamos do Ford Transit Furgão automático
+ Avaliação: Ford Maverick Lariat FX4 no uso diário

As relações peso-potência de 6,79 kg/cv e peso-torque de 44,4 kg/kgfm junto da potência específica de 126,6 cv/litro possibilitam ao Ford Bronco Sport Wildtrak chegar aos 100 km/h em oito segundos e cravar 180 km/h de velocidade máxima. Mais que números, o SUV do fabricante do oval azul encanta pela entrega do desempenho.

Afinal, ele acorda brevemente por conta do baixo turbolag (atraso antes de o turbocompressor encher) e ganha velocidade rapidamente possibilitando até uma tocada esportiva. Trata-se de um carro que não sofre de falta de fôlego em nenhuma faixa de rotação e pronto para entregar respostas de prontidão ao menor torque no acelerador.

A transmissão de oito velocidades efetua boas mudanças/reduções beneficiando o gasto de combustível quanto o conforto acústico. Dependendo da situação, a caixa reduz entre quatro e cinco marchas para retomar a velocidade. E após volta rapidamente para a oitava deixando a agulha do conta-giros em torno das 1.500 rpm.

A direção elétrica mostra um comportamento rápido e preciso ao esterço/retorno, com o peso correto ao trafegar mais apressadamente. Outra qualidade está no conjunto de suspensões, que adotam arquitetura MacPherson no eixo dianteiro e multlink atrás.

Um conjunto robusto e bem acertado pela engenharia da Ford para o nosso piso, além de garantir boa estabilidade e baixa rolagem da carroceria nas curvas. As rodas de 17” calçam pneus Pirelli Scorpion ATR de medidas 225/65. Embora sejam de uso misto, eles rodam quietos no asfalto.

Ford Bronco Sport Wildtrak
Foto: Roberto Assunção

Como cavalo que anda, é cavalo que bebe, durante a nossa avaliação o computador de bordo indicou médias urbanas entre 7,6 km/l e 8 km/l (trânsito moderado) e com o ar-condicionado ligado ao passo que na estrada fez em torno de 10 km/l indo a constantes 120 km/h – o SUV da Ford não é flex tampouco a diesel e ingere apenas gasolina.

Beleza interior

A cabine recebe os até cinco ocupantes transmitindo amplitude e feito sobre a plataforma C2 – a mesma da picape Maverick Lariat FX4 – surgem 4,386 m de comprimento, 1,888 m de largura, 1,813 m de altura, com 2,670 m de entre-eixos.

Vindo do México, não há críticas aos materiais empregados ao acabamento e a ergonomia é beneficiada pela coluna de direção amplamente ajustável em altura/profundidade, os comandos bem localizados à mão e os bancos frontais aquecíveis (o do motorista ajustável eletricamente em oito posições e o do carona manualmente sem seis).

PreviousNext

A lista de comodidades também inclui teto solar, carregador de smartphone por indução, quadro de instrumentos com tela central TFT de 6,5”, multimídia SYNC III de 8” com Apple CarPlay/Android Auto, entradas USB-A/USB-C e de 12V, assim como ar-condicionado digital/automático de duas zonas e áudio da Bang & Olufsen composto por 10 alto-falantes mais subwoofer, que arranca sorrisos pela qualidade e pureza sonora.

Ford Bronco Sport Wildtrak
Foto: Roberto Assunção

Quem viaja atrás dispõem de espaço para as pernas/joelhos por conta dos 2,670 m de entre-eixos e estão presentes saídas de ar dedicadas, entradas USB-A/USB-C e 110V ao passo que a ampla área envidraçada coopera na sensação de espaço interno da mesma forma que o isolamento acústico merece elogios.

Foto: Roberto Assunção

O porta-malas tem capacidade volumétrica de 482 litros e aparecem soluções interessantes aos clientes que passam um maior tempo em contato com a natureza. O compartimento de bagagens pode ser acessado tanto pela abertura do vidro – a exemplo do Ford Explorer – quanto da tampa e estão disponíveis luzes direcionais. Lá dentro do espaço de carga aparecem tomadas de 110V e de 12V, ganchos auxiliares, além de abridor de garrafa e de uma prática mesinha, cuja capacidade é de até 13 kg.

Foto: Roberto Assunção

Aliás, se a ideia é sair da estrada o Ford Bronco possui os modos de condução G.O.A.T Modes incluindo os programas Escorregadio, Lama/Terra, Areia, Rocha/Avanço Lento, Eco, Normal e Esportivo, que alteram o comportamento e a forma de entrega do desempenho do Ford Bronco Sport. Além disso, aparecem câmera frontal, controle eletrônico de descida, bloqueio do diferencial e a reduzida.

+ Compra do Ano 2023/SUV 4×4: Ford Bronco Sport
+ Ford Maverick Hybrid chega ao Brasil no primeiro trimestre de 2023
+ Ford vai recriar viagem ao mundo com o elétrico Explorer
+ Ford confirma nova picape elétrica de segunda geração em megafábrica


Falando em segurança, o utilitário esportivo oferece freio de estacionamento com Auto Hold (mantém o carro parado sem a necessidade de pressionar o pedal de freio), nove airbags, assistente de partida em rampas, faróis de LED com luz alta automática, monitoramento de pontos cegos, reconhecimento de placas de trânsito, frenagem autônoma com detecção de pedestres, assistente de permanência/centralização em faixa e controlador de velocidade adaptativo com função Stop&Go.

Foto: Roberto Assunção

Já para quem é ligado em conectividade, a Ford oferece o aplicativo Ford Pass, o qual possibilita realizar uma série de funções, como ser informado do nível de combustível, partida remota com acionamento do ar-condicionado, alertas de funcionamento e de localização do veículo, por exemplo.

Com preço na faixa acima dos R$ 270.000, o Ford Bronco Sport é uma alternativa para quem deseja uma condução rápida e acertada, sem esquecer de promover uma boa capacidade no fora-de-estrada.


FICHA TÉCNICA

FORD BRONCO SPORT WILDTRAK
Preço básico: R$ 272.790
Carro avaliado: R$ 272.790

Ford Bronco Sport Wildtrak
Motor: quatro cilindros em linha 2.0, 16V, duplo comando de válvulas com variação na admissão e no escape, turbo, injeção direta
Cilindrada: 1999 cm3
Combustível:gasolina
Potência: 253 cv a 5.500 rpm
Torque: 380 Nm a 3.000 rpm
Câmbio: automático sequencial, oito marchas
Direção:elétrica
Suspensões: MacPherson (d) e multilink (t)
Freios: discos ventilados (d) e discos sólidos (t)
Tração: integral sob demanda, bloqueio do diferencial traseiro
Dimensões: 4,386 m (c), 1,888 m (l), 1,813 m (a)
Entre-eixos: 2,670 m
Pneus: 225/65 R17
Porta-malas: 482 litros
Tanque: 64 litros
Peso: 1.718 kg
0-100 km/h:8s
Vel. máxima: 180 km/h
Consumo cidade: 8,6 km/l
Consumo estrada: 10,5 km/l
Emissão de CO2: 145 g/km
Nota do Inmetro: C
Class. na categoria: B (Fora de Estrada Grande)

 

MAIS NA entainpartners:

+ SUVs mais vendidos: motivos pra comprar (e pra não comprar)
+ Renegade, Compass e Commander: Jeep explica o significado dos nomes
+ Veja quais são os sedãs 0km mais vendidos no Brasil em 2023
+ Como “sobrevivi” ao Porsche 911 GT3 no uso cotidiano
+ Confira o valor do seguro dos carros 0km mais vendidos em 2023
+ Avaliação: Fiat Fastback mostra que imagem não é tudo; vale a pena?
+ Veja qual é o significado dos códigos de erro nos painéis dos Chevrolet
+ Veja quais são os hatches 0km mais vendidos no Brasil em 2023
+ Ram bate recorde de vendas no Brasil durante o mês de marçoAvaliação: Volkswagen Virtus 2023 tem missão dupla
+ GWM entrega os primeiros Haval H6 a compradores no Brasil
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos – SUVs médios: Chevrolet Equinox vs. Jeep Compass
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Honda City Sedan vs. Chevrolet Onix Plus
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Honda HR-V vs. Volkswagen T-Cross
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Peugeot 208 vs. Hyundai HB20
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Novo Honda City: confira preços, versões e o que mudou
+ Encontro de carros antigos de Águas de Lindóia ocorre em junho
+ Moto 0km da Yamaha lidera buscas online; Honda fica no topo das usadas
+ Volkswagen ID.7 faz sua estreia mundial; veja como ficou

 

entainpartners Mapa do site